Estrutura e realidade no primeiro Merleau-Ponty

Natália Giosa Fujita

 

Este livro procura repor o primeiro grande texto de Merleau-Ponty no contexto da filosofia do pós-primeira guerra mundial, em que se superpunham uma aguda perplexidade quanto à política, o esgotamento da filosofia acadêmica e avanços científicos de amplas consequências teóricas e sociais. Há um tempo o autor mobilizou as então recentes descobertas da psicologia e da neuropatologia contra o criticismo acadêmico – praticamente restrito à epistemologia – e criticou os conceitos empiristas e mesmo mecanicistas que embasavam aquelas ciências. Um exame detalhado do diálogo entre o filósofo e os cientistas e psicólogos, sobretudo os gestaltistas, nos permite compreender como naquele momento se ampliou o repertório da reflexão, em particular com a adoção da psicologia e da linguagem como temas centrais de uma filosofia que desejava pensar o concreto, a singularidade e a História. O estudo da Estrutura do Comportamento nos ajuda ainda a entender o lugar ou a função da fenomenologia no projeto filosófico de Merleau-Ponty (e portanto a especificidade de sua abordagem) e as tensões e insuficiências da primeira parte da sua obra, o que por sua vez clarifica o sentido de suas inflexões posteriores.

ISBN 978-85-66045-52-9

208 páginas

 

FRETE GRÁTIS (envio somente às segundas-feiras pela modalidade IMPRESSO)

    R$ 50,00 Preço normal
    R$ 43,00Preço promocional
     

    ©2019 por Editora Phi. Orgulhosamente criado com Wix.com