©2019 por Editora Phi. 

Erick Calheiros de Lima

 

O livro que o leitor tem em mãos pretende reconstruir a consolidação da filosofia social de Hegel a partir, sobretudo, da assimilação da concepção de intersubjetividade discutida por Fichte. Depois de delinear os potenciais éticos desta concepção, o autor mostra como Hegel, ainda em seus textos de juventude, promove o contraste entre a “socialização originária” e uma concepção potencialmente desagregadora de intersubjetividade, hipertrofiada sob a modernidade política. Hegel congrega o legado fichteano com suas preocupações de juventude no projeto de “subjugação” da esfera econômica juridicamente regulada sob o âmbito político-público da eticidade. A partir desse contexto, o autor propõe uma discussão em torno dos pressupostos intersubjetivos da mediação entre universal e particular considerando as noções de eticidade, reconhecimento e direito a partir da concepção dialética de consciência.

ISBN: 978-85-66045-19-2 

522 páginas

 

FRETE GRÁTIS (envio por registro módico)

Direito e intersubjetividade em Fichte e Hegel

R$ 89,00Preço