Dissolução das controvérsias

Dissolução das controvérsias

Nagarjuna

tradução de Giuseppe Ferraro

 

“Dissolução das controvérsias” (Vigrahavyāvartanī) é um pequeno texto em que Nāgārjuna se confronta com uma série de críticas que sua doutrina da vacuidade, por ele exposta em outros escritos, tinha suscitado no interior do intenso debate filosófico indiano dos primeiros séculos da era cristã. A obra se apresenta como um diálogo indireto entre Nāgārjuna e um adversário
realista da escola hinduísta do Nyāya, que elenca uma série de ressalvas a respeito de defeitos epistemológicos, lógico-linguísticos e metafísicos supostamente presentes na filosofia
nagarjuniana: qual seria, por exemplo, o fundamento “científico” de um ponto de vista que, ao negar a existência intrínseca de qualquer coisa, acaba negando também, os critérios de
verdade que fundamentam imprescindivelmente as teorias epistemologicamente válidas? E como pode uma negação vazia negar algo? Ou, ainda, de que maneira a negação cabal
nagarjuniana se esquivaria da acusação de ser um niilismo radical, isto é, um ponto de vista explicitamente desaprovado pelo Buda e cuidadosamente evitado por todas as escolas budistas abhidharma? Em réplica a críticas desse teor Nāgārjuna, em poucas dezenas de versos de altíssima densidade filosófica, recorre a toda sua parafernália argumentativa, demostrando que a vacuidade não se configura como uma metafisica e, por ser um conceito vazio em si, não é afetado de forma alguma pelos defeitos apontados por seu oponente. É, ao contrário, a posição realista desse último que, submetida à análise lógica nagarjuniana, resultará absurda e insustentável.

 

ISBN: 978-65-88691-06-9

200 páginas

 

FRETE GRÁTIS (envio somente às segundas-feiras pela modalidade IMPRESSO)

    R$ 52,00 Preço normal
    R$ 47,00Preço promocional