Antonio Florentino Neto 

 

Ocidentalização da China, e por consequência do mundo oriental, só poderá ocorrer de forma definitiva com a substituição total de alguns elementos basilares formados historicamente e consolidados através das mais diversas esferas culturais. Tais elementos estão geneticamente cravados em cada um de nós, em nossas distintas tradições. Suas totais substituições e abandonos somente podem ser cogitadas a partir da pressuposição de uma artificial ruptura entre o que somos neste momento e o que fomos anteriormente, entre modernidade e tradição.

O mundo da comunicação global favorece a difusão e fusão de muitos elementos das diversas tradições do planeta, que podem ser assimilados mutuamente, mas uma sociedade não pode substituir a história de outra. Os séculos XX e XXI permitiram grandes transformações políticas, econômicas e sociais na China, mas, de forma alguma, tais mudanças podem ser consideradas como abandono ou substituição total de suas próprias tradições. Neste sentido, não há China moderna sem suas tradições assim como não há Ocidente sem suas próprias tradições. Um dos principais objetivos e o fio condutor dos textos apresentados nesta coletânea é romper com a artificial oposição entre tradição e modernidade e reafirmar o caráter complementar destes dois termos, o que significa que a modernidade chinesa só pode ser bem compreendida a partir de suas tradições e das fusões de suas tradições com outras tradições.

 

264 páginas

 

ISBN: 978-65-88691-10-6

 

Você está comprando o livro com desconto (R$ 51,10) + o frete (R$ 10,90) = TOTAL R$ 62,00 

Envios somente nas 2ªs e 6ªs feiras pela modalidade IMPRESSO do correio

 

Modernidade e tradição na China hoje

R$ 73,00 Preço normal
R$ 62,00Preço promocional